Conheça qual a diferença entre os tipos de vaporizador - Butano vs Bateria | Vaporizador de Ervas

Conheça qual a diferença entre os tipos de vaporizador – Butano vs Bateria


[et_pb_section fb_built=”1″ _builder_version=”3.22.3″][et_pb_row _builder_version=”3.22.3″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.0.47″][et_pb_text _builder_version=”3.22.4″]

Leia mais sobre por que vale a pena comprar um Dynavap aqui

[/et_pb_text][et_pb_text _builder_version=”3.3.1″]

Os vaporizadores têm muitas partes fundamentais, que influenciam seu funcionamento. Dentre eles, o tipo de energia que usa para funcionar é um dos aspectos mais importantes. Sendo bateria ou butano, cada vaporizador terá características diferentes, tamanho, velocidade de aquecimento e muito mais.

Assim, especialmente na primeira compra, muitos usuários podem estar em dúvida. Conheça melhor as características dos vaporizadores a bateria e a butano, saiba as vantagens e desvantagens e tome uma decisão mais informada!

Quais são os tipos de vaporizadores no mercado?

 

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row _builder_version=”3.22.3″][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.3.1″][et_pb_image src=”https://vaporizadordeervas.com/wp-content/uploads/2018/10/Untitled-collage.jpg” align=”center” _builder_version=”3.3.1″ max_width=”33%”][/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row _builder_version=”3.22.3″][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.3.1″][et_pb_text _builder_version=”3.22.4″]

 

Embora estejam no mercado há algum tempo, os vaporizadores analógicos, ou a butano, ainda não são tão conhecidos como os digitais. Vaporizadores digitais, aqueles que funcionam a bateria ou eletricidade como o Pax 3 são a norma para vaporizadores de mesa ou portáteis.

Mas cada vez mais o vaporizador a butano está se popularizando. Por seu menor preço e outras vantagens em relação ao digital, além do tamanho pequeno como alguns modelos que a fabricante DynaVap apresenta, esses vaporizadores analógicos vieram para balançar o mercado!

Compre o Dynavap com desconto aqui

Os vaporizadores funcionam evaporando componentes como o THC de sua erva seca, tornando-os disponíveis para o consumo inalado. A fonte de calor pode variar dentre butano ou bateria, e o método de aquecimento dos vaporizadores a bateria também pode ser de condução ou convecção (saiba mais sobre vaporizadores no nosso vídeo explicativo).

Todas essas especificidades alteram o produto final: o vapor. Por isso, é importante pensar sobre o que você deseja ao consumir a erva com vaporizador para fazer a escolha mais apropriada. Veja as vantagens e desvantagens de cada um abaixo e não se esqueça de comentar caso saiba de alguma não descrita!

Vaporizadores a butano: Prós e contras

Dynavap 

Opções de customização dos modulares Dynavap.

Vaporizadores a butano não possuem fonte de aquecimento “autônoma”. Isso significa que precisam ser esquentados com isqueiro ou maçarico portátil para vaporizar a erva. Essa é a principal diferença dos modelos a butano de outros a bateria ou energia elétrica.

Visto que seu aquecimento deve ser feito manualmente, algumas pessoas o consideram menos portátil que as versões a bateria. No entanto, como não precisam de fonte, bateria nem componentes eletrônicos internos, os vaporizadores a butano são bem menores e discretos que os a bateria.

Além disso, ao ser aquecido com isqueiro ou maçarico, a temperatura atinge o nível necessário para realizar a vaporização muito mais rápido. Os modelos mais comuns desses vaporizadores a butano também possuem uma ponteira específica que faz um ‘clique’ quando atinge a temperatura ideal.

Por terem maior simplicidade em sua construção e componentes mais baratos, os vaporizadores a butano também são muito mais baratos. Os modelos mais populares da Dynavap podem ser encontrados a partir de aproximadamente R$250 (dica: clique aqui ou insira o código VAPORIZEJA no site oficial e receba descontos em suas compras!).

Prós:

  • Velocidade de aquecimento
  • Preço
  • Peso e tamanho
  • Promove puxadas maiores e mais potentes

Contras:

  • Menor controle de temperatura
  • Temperaturas mais altas
  • Necessita de uma fonte externa de calor

Esses vaporizadores também possuem uma grande comunidade a sua volta, dedicada a realizar modificações, incrementações e mudanças no design e função dos vaporizadores. Conheça mais sobre isso!

Comunidade Dynavap

Acessório customizado para Dynavap, feito por usuário ascendingtom do Reddit

Sendo analógico, o vaporizador a butano é muito simples de ser montado e desmontado, sem risco de danificar as peças. Por isso, a Dynavap, uma das maiores produtoras de vaporizadores a butano, constrói a maior parte dos seus modelos para terem peças modulares.

Isso significa que os vaporizadores são desmontáveis, e as peças podem ser trocadas entre diferentes modelos para atingir vários resultados. Além disso, sendo de fácil design e montagem, muitas pessoas produzem seus próprios módulos para acoplar aos DynaVap. No próprio site é possível montar um modelo (como mostrado na figura da sessão anterior).

As possibilidades de customização são enormes, atraindo um grande público para isso. E o resultado final também pode ser lindo e único. Outros módulos tem utilidades mais práticas, como modificar a quantidade de vapor recebido ou até mesmo bocais que servem como adaptadores para bocal de bong. Austyn Sirrel é um desses customizadores, confira seu site e uma de suas obras:

Para os amantes da customização e aqueles que gostam de se dedicar aos hobbies, conhecer os vaporizadores modulares a butano é uma ótima pedida!

Vapes a bateria: prós e contras

Já os vaporizadores a bateria também tem suas vantagens, sem ficar para trás na competição! Vaporizadores a bateria esquentam a erva a partir do aquecimento de um metal em contato com a planta (condução) ou esquentando o ar através de uma câmara (convecção).

Esses dois tipos possuem uma grande vantagem: são autônomos. Sem necessitar de fonte externa de calor, os vaporizadores eletrônicos funcionam com o pressionar de um botão, podendo ser visto como mais prático.

Além disso, especialmente para os vaporizadores a convecção, a temperatura pode ser melhor controlada nos vapes eletrônicos. Isso porque a forma de aquecimento mantém-se constante, sem ultrapassar acidentalmente a temperatura desejada.

Isso os torna ideais para usuários medicinais, que precisam controlar precisamente a dose consumida. Também é um grande atrativo aos apreciadores do gosto e cheiro das diferentes strains, já que temperaturas mais baixas ajudam a evidenciar os perfis de aroma e sabor.

Toda essa tecnologia tem um preço, no entanto: Um vaporizador eletrônico costuma ser muito mais caro que um a butano, chegando a custar o dobro ou o triplo do preço. Os componentes de sua composição são caros e devem resistir a calor intenso. Isso também significa que estão mais dispostos a quebrar ou serem danificados.

Vaporizadores a bateria também possuem o empecilho de precisar de carregamento. Acabar a bateria pode significar ficar sem conseguir tragar em um momento sem acesso a carregadores, como uma festa ou na praia.

Prós:

  • Fáceis de utilizar
  • Discretos, não precisam ser acesos
  • Têm maior precisão de temperatura

Contras:

  • Precisam de bateria
  • São mais caros
  • São maiores e mais pesados
  • Não possuem muitas opções de customização, pois sua montagem é complexa

Os vaporizadores a bateria são mais comuns, mas podem não ser o tipo mais indicado para você! Espero que este texto tenha auxiliado na escolha de algumas pessoas que ainda estavam em dúvida, e informativo para todos. Comente abaixo suas experiências com os dois tipos de vaporizadores!

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Posts Recentes