Como importar Produtos de CBD para o Brasil? | Vaporizador de Ervas

Como importar Produtos de CBD para o Brasil?


CBD é legal? Posso importar?

A verdade é que o extrato de Canabidiol não é proibido no Brasil. Embora possa parecer impressionante essa informação, é preciso esclarecer alguns pontos para que possa importar CBD de maneira legal. Primeiramente, o acesso a essa medicação é limitado, restrito e controlado pela Anvisa o órgão regulador de questões da saúde no país.

Então, o paciente que necessita do Canabidiol no Brasil precisa ter laudo médico atestando seu problema de saúde, além de receita médica em duas vias comprovando o pedido de tratamento com CBD. Justamente por ser extraído da maconha sativa, é que ele traz toda a desconfiança da população e governo sobre o assunto.

View this post on Instagram

Resiliência, essa é a palavra que tem guiado a @cbdexpressbr nesses tempos tão difíceis. A capacidade de se adaptar à má sorte ou às mudanças para continuar levando o que nossos clientes precisam: medicamentos a base de cannabis com preço baixo, qualidade e rapidez. E pensando em todas pessoas que fazem parte da @cbdexpressbr, de médicos a pacientes, que decidimos que era hora de mudanças, E QUEREMOS ANUNCIAR TODAS ELAS PARA VOCÊS 😘 1. Fechamos uma parceria com a @usahemp, empresa sediada no Oregon (USA) e fundada por brasileiros, é uma das únicas a produzir medicamentos a partir de plantas 100% orgânicas, e com cepas próprias. 2. CORTAMOS QUALQUER TAXA DE ASSESSORIA! Exatamente o que está pensando, todo tramite burocrático com ANVISA e outros órgãos relacionados a importação é por nossa conta e SEM CUSTO ADICIONAL PARA VOCÊ. 3. Melhoramos a conexão entre pacientes e médicos, levando a opção de telemedicina para nossos clientes. Fizemos tudo isso pensando em você! E ainda tem mais novidade na semana que vem. Quer saber como se tratar com cannabis, com preço acessível e sem complicação? ENVIA UM DIRECT PRA GENTE 🙌

A post shared by CBD Express (@cbdexpressbr) on

Segue o instagram da página CBD EXPRESS, empresa que auxilia no processo de importação do CBD diretamente no Brasil!

Porém, é importante dizer uma coisa: o Canabidiol não contém THC, que é a substância da Cannabis que traz a brisa, euforia e outros efeitos

CBD, canabidiol, importar, canabis medicinal, importar

E como fazer para importar?

Para conseguir importar de produtos de CBD para o Brasil não é nada simples. São muitas etapas, burocráticas e muitas vezes demoradas. Mas não desista! Vamos te explicar como fazer para alcançar uma qualidade de vida melhor e o alívio de sintomas de diversas doenças.

Por onde começar

Primeiramente, você deve conversar com ummédico e, caso o CBD seja uma possibilidade de tratamento para sua condição, obter uma receita.

Assim como toda receita médica, a sua prescrição de CBD deve conter a assinatura do médico, com carimbo e número do registro profissional (CRM), ela deve conter indicação de posologia, quantidade necessária para tratamento, tempo que durará o tratamento.

Além da receita, você vai precisar entregar:

  • uma receita médica categoria azul,
  • uma declaração de responsabilidade,
  • formulário de importação preenchido.

site da Anvisa possui todos os modelos para estes documentos e eles podem ser entregues por e-mail ou nos correios.

Conseguiu sua autorização? Agora sim, você pode importar o produto através de remessa expressa, bagagem acompanhada ou licenciamento de importação. Os produtos a base de canabidiol não podem ser entregues via correio regular, então fique atento!

Para quais usos o CBD é aprovado?

O CBD é um remédio, sendo assim, é indicado para o uso medicinal. Seus efeitos são vários no corpo humano, mas principalmente o CBD causa relaxamento, diminui dores, reduz o estresse, ajuda o paciente a dormir. Atualmente é amplamente receitado para:

  • dores crônicas;
  • epilepsia;
  • esclerose múltipla;
  • fibromialgia;
  • esclerose lateral amiotrófica;
  • artrose;
  • miastenia gravis;
  • convulsões.

Como funciona o consumo de Canabidiol?

Existem diferentes formas de consumir o CBD. O extrato pode ser um spray para utilização via oral ou nasal, sendo absorvido rapidamente dessa forma. Ele também pode ser usado em forma de gel e pomadas para uso tópico, maneira muito utilizada no exterior. Também há o consumo via oral feito por óleo goteado debaixo da língua.

Outra forma de uso muito popular no exterior é o fumo do extrato de Canabidiol(CBD) ao usar vaporizadores ou cigarros eletrônicos. Esses equipamentos só são parecidos com cigarros pela forma de usar, fumando, porém os efeitos são completamente diferentes. Para começar, o vape é menos nocivo à saúde, justamente porque não libera fumaça e sim vapor.

O funcionamento dessas peças é simples: basta colocar o CBD no compartimento certo, selecionar a temperatura adequada no vaporizador e vaporizar-lo. O vapor inalado parece com uma fumaça intensa, mas não irrita os pulmões, é fresca e está rica de Canabidiol, sem prejudicar a respiração.

Por que vaporizar?

Existem alguns motivos para vaporizar em vez de fumar erva. Eficácia e economia de dinheiro pois se gasta menos erva, menos danos ao pulmão por não involver CO2, o gosto da erva vem muito mais puro e saboroso, dentre outros motivos.

Leia mais aqui ou na nossa lista de Perguntas Frequentes

Então quer dizer que vaporizar reduz danos?

Venha ler aqui nesse artigo um pouco mais sobre a diferença entre fumar e vaporizar a erva seca e a redução de danos.

Posts Recentes