Como preparar manteiga de AVB ou erva vaporizada (erva que passou no vape)? | Vaporizador de Ervas

Como preparar manteiga de AVB ou erva vaporizada (erva que passou no vape)?


Ao vaporizar a sua erva, nem todo o THC se desprende da matéria plantosa. Como não passa por processo de combustão para ser esquentada, a erva então pode ser conservada e reutilizada em outros momentos, como para fazer manteiga de AVB com THC.

AVB é a abreviação de already vaped bud, ou erva já vaporizada. Entramos em detalhes sobre o que é o AVB, alguns de seus usos e aplicações e o funcionamento dos vaporizadores nisso tudo em outro post da nossa página. O que importa saber é: sempre guarde a erva que você já vaporizou!

A manteiga de AVB

 

Dentre muitas utilizações da erva já vaporizada, as mais comuns envolvem ingerí-la. Isso porque, devido ao seu mau gosto e mau cheiro, mascarar a erva com comida ou simplesmente engolir é melhor que fumá-la. Mas a erva vaporizada pode ser consumida como outras ervas normalmente.

No entanto, para ser absorvida pelo corpo, o THCa da erva deve se transformar em THC pelo processo de descarboxilação. Esta etapa é muito mal compreendida pela maior parte dos usuários, e responsável pelo fracasso na potência da maior parte dos comestíveis existentes. Mas não se assuste! Vou explicar tudo o que você precisa saber sobre isso agora!

Cozinhar com Maconha?

Para se descarboxilar e ser absorvida, a erva e seus componentes precisam ser aquecidos por uma fonte de calor. Para cozinhar com maconha, é necessário realizar esse processo sem que o THC se evapore. Fazemos isso mantendo uma temperatura constante entre 110ºC e 150ºC durante horas, tarefa que pode se mostrar difícil com utensílios comuns de cozinha.

Como a erva já vaporizada é o que restou da descarboxilação e evaporação feita pelo seu vaporizador, ela não precisa passar por esse processo. Podemos utilizar temperaturas ainda mais baixas com segurança, facilitando o acesso aos comestíveis por pessoas que não possuem fogões a condução, panela elétrica e etc.

Depois de feito o processo, a manteiga pode ser usada como qualquer outra manteiga normal em receitas. Servindo para fazer biscoitos, brigadeiro, tortas e outras delícias, a única ressalva é: quando for cozinhar com a manteiga de AVB, utilize temperaturas sempre abaixo de 150ºC. Como explicado acima, receitas que pedem temperaturas mais altas irão evaporar o THC contido na manteiga e na planta.

Veja abaixo a lista completa de ingredientes e o modo de preparo da sua manteiga de AVB!

Ingredientes

 

Para preparar a manteiga de AVB você irá precisar de:

  • 200g de manteiga (sem sal)
  • Entre 15 e 45g de erva já vaporizada
  • Uma peneira ou filtro
  • Um recipiente para conserva
  • Uma panela de cozimento lento ou panela elétrica ou fogão a condução.
    • Caso não tenha panela elétrica ou fogão a condução, também podemos realizar o processo através de banho-maria. Nesse caso, você irá precisar de duas panelas de tamanhos diferentes.

Modo de preparo

O processo é muito simples até para aqueles que não se aventuram na cozinha.

1. Aqueça sua panela ou fogão a condução a uma temperatura constante de 110ºC.

Essas baixas temperaturas são ideais para conservar o sabor e consistência da manteiga, além dos componentes da erva.

1.1 Caso esteja fazendo o processo por banho-maria, substitua a etapa acima por essa: Ferva quatro dedos de água em sua panela maior. Com o fogo baixo, coloque a panela menor dentro da maior (cuidado para não derrubar a água – caso necessário, utilize uma panela mais funda para a água ou diminua a quantidade). Coloque a manteiga na panela menor e siga as próximas etapas.

2. Derreta a manteiga e, após derretida, adicione sua erva à mistura.

Não se assuste com a quantidade de erva! 15 a 45g pode parecer bastante coisa, mas lembre-se que a maior parte do THC já foi consumido na vaporização. Por isso, precisamos de uma quantidade maior para atingir um bom nível de THC na manteiga de AVB.

Mesmo assim, especialmente para aqueles que irão utilizar 45g ou mais de erva, é importante experimentar com precaução as doses consumidas. Algumas particularidades tornam a erva ingerida um pouco diferente da inalada, e podem pegar desprevenido mesmo os usuários mais experientes. Comece sempre com doses mais baixas e aumente conforme se sinta confortável!

3. Deixe no fogo entre 3 e 4 horas.

Não se esqueça de mexer! Apesar de estar abaixo do ponto de ebulição, a erva pode acabar queimada por estar em contato direto com a panela. Certifique-se de mexer para assegurar a mistura e diluição dos componentes na manteiga de AVB. Tome cuidado para não deixar evaporar toda a água da panela caso esteja realizando o procedimento em banho-maria, completando com mais água fervente de tempos em tempos.

4. Desligue o fogo, e filtre a manteiga através de peneira ou filtro apropriado.

Cuidado para não se queimar nesse processo. É importante filtrar para retirar a massa da planta da manteiga, garantindo consistência e melhor sabor às receitas.

5. Está pronto!

Basta despejar a manteiga filtrada em um recipiente adequado e guardar na geladeira. Esta manteiga pode ser utilizada em qualquer receita que vá manteiga ou óleo, apenas certifique-se de manter as temperaturas abaixo de 150ºC.

Como lidar com o gosto e outras precauções

A erva já vaporizada é infame por seu mau gosto. Para evitar que sua manteiga de AVB tenha um gosto ruim, mesmo quando utilizada em receitas, podemos realizar o processo de cura e lavagem da erva. Conheça mais no próximo post do site! Esse processo retira impurezas e também ajuda a neutralizar o mau gosto deixado pela vaporização.

Depende da Temperatura

Além disso, é importante ressaltar que as diferentes temperaturas utilizadas no vaporizador e no preparo da manteiga e do cozimento de alimentos altera o resultado da brisa. Altas temperaturas e vaporizadores a condução podem degradar parte do THC em compostos como o Cannabinol, que tem efeitos corporais de relaxamento, mas também podem causar sonolência e cansaço.

Quando ingerido e sintetizado pelo estômago, o THC também assume uma forma molecular diferente, que ajuda a “burlar” a resistência ao THC de usuários frequentes que apenas fumam ou inalam. Por isso, sempre comece com doses mais baixas ao utilizar sua manteiga de AVB!

Outras bases no lugar da manteiga, como o óleo de coco, também alteram a quantidade biologicamente disponível do THC – ou seja, o quanto vai ser absorvido pelo corpo – e pode ser mais eficiente que a manteiga! Faremos um post com o processo para óleo de cannabis em um futuro próximo, então fique ligado.

E você, já fez manteiga com sua erva vaporizada? Que receitas recomenda para realizar comestíveis de maconha? Comente abaixo!

Posts Recentes