E aí, cansado de passar perrengue para triturar sua erva? Então, é hora de comprar um dixavador e vaporizar um material de qualidade! Afinal, o instrumento é a melhor maneira de livrar-se de uma vez por todas dos trabalhos desnecessários e de métodos pouco convencionais.

Imagine ter que picar com tesoura, faca ou raspar na mão toda vez que sentir vontade de carburar? Se isso já aconteceu com você, isso é sinal que está mais que na hora de investir na santa ajuda dos dixavadores.

A peça é geralmente formada por duas partes móveis que possuem dentes e rotacionam em torno de si mesmas, triturando a erva e deixando-a no ponto certo para ser consumida. Mas não é só isso – existem diferentes tipos com funcionalidades e materiais.

Basicamente, a escolha do modelo ideal de dixavador é baseada nas seguintes características:

  • Material de composição;
  • Tamanho e capacidade;
  • Eficiência de trituração;
  • Resistência;
  • Funcionalidades extras.

Quer entender melhor como cada uma dessas características deve ser levada em consideração por você na hora de escolher o seu triturador de erva? Então dá um peguinha nessa ideia que a gente vai passar:

TIPOS DE DIXAVADORES PARA CONHECER

Assim como há diferentes tipos de seda, bongs e pipes, há variedades de dixavadores. Diferentes ervas possuem necessidades diferentes de preparo, graus de trituração e outras características próprias para um bom enrolado.

Porém, no geral, fumo orgânico – ou camarão –, fumo compactado e a verdinha podem ser facilmente preparadas com os seguintes modelos de dixavadores. Bora conferir:

  • ACRÍLICO E PLÁSTICO

São os modelos mais baratos de dixavadores. Eles são leves, têm diferentes formatos – até anatômicos –, têm espaço para armazenar e são fáceis de carregar. Pelo tipo de material, é ideal para os camarões, demorando mais para se desgastar e acumular resina.

As ervas compactadas, às vezes, são duras demais e podem quebrar os dentes. Caso esteja curto de grana, ninguém te julgará pela escolha do dixavador de plástico. Basta separar pedaços menores da erva seca e espalhar entre os dentes. Assim, a ganja é melhor distribuída no espaço e facilita a trituração.

  • MADEIRA

Outro dixavador prático para comprar é o de madeira. Ele tem apenas duas partes que se encaixam e são lindas peças com desenhos decorativos variados. Alguns são feitos artesanalmente, sendo itens exclusivos para sua coleção canábica. Devido ao material, são super-resistentes e trituram ervas mais compactadas.

Além disso, a maioria dos dixavadores de madeira são produzidos com materiais sustentáveis. Ou seja, você carbura à vontade e ainda ajuda o meio-ambiente. O planeta agradece!

  • METAL

Talvez esse seja o dixavador preferido de muita gente, pois é mais durável e resistente, triturando bem todo tipo de ganja, até as mais compactas. Além disso, os dixavadores de ferro e alumínio e aço também possuem um alto custo benefício e costumam ser equipados com:

  • Tela removível, que separa os tricomas da erva, chamado de kief;
  • Compartimento para armazenar a ganja dichavada e o kief;
  • Espátula para coletar o kief guardado.

ACERTANDO NA ESCOLHA: DICAS DE MESTRE PARA ACERTAR NO DIXAVADOR

Agora que você já conhece os tipo, vamos às dicas para não ter erro na escolha. Olha só:

  • PENSE NO TAMANHO

O tamanho dos dixavadores diz muito sobre o potencial deles e se são adequados para seu perfil de uso. Se você costuma fumar sozinho, um dixavador pequeno vale a pena. Caso goste de fumar acompanhado dos amigos de vez em quando, um tamanho médio é suficiente. Agora, se tem sempre uma galera, é bom investir no tamanho grande.

DE OLHO NA POTÊNCIA – OBSERVE OS DENTES DO DIXAVADOR

Os dentes são parte importantíssima dos dixavadores, afinal são eles que fazem a parte da trituração, claro. Por exemplo, dentes em formato de pirâmide são excelentes para triturar o pren, porque haverá perfuração e corte nas camadas de erva.

Já os quadrados costumam ser mais recomendados para os tabacos mais soltinhos, buchas e afins – que não estão tão compactadas. A quantidade de dentes varia conforme o tamanho do dichavador. Os menores têm a média de 12 dentes; os médios, de 28; já os grandes, de 50.

  • NOVAMENTE, O MATERIAL

Cá estamos de volta para falar sobre o material: se prefere algo mais prático, talvez o de madeira ou acrílico sejam mais indicados para você. Já para dixavadores mais completos, o de metal é a versão ideal. Além disso, pense na durabilidade do item e no tipo erva que você usa.

Todos esses fatores estão diretamente ligados à usabilidade do seu dixavador. No fim das contas, a escolha recai sobre as suas necessidades, a frequência de uso e quais os tipos de ganja que você pretende triturar nele.

Para comprar dixavador, uma boa ideia é usar a Internet e ver produtos de headshops. Essas lojas virtuais são especializadas em itens para ervas. A maioria dessas tabacarias também têm sua versão física, ofertando desde narguiles e cachimbos, até charutos e tabaco. Tudo funciona dentro da legalidade brasileira.

E AGORA, COMO CUIDO DO MEU DIXAVADOR?

Imagine a situação: triturador na mão, em pleno uso, mas você percebe que ele está cada vez mais “sujo” – com acúmulo de resinas, restos de erva e outras impurezas. E aí, como limpar um dixavador?

A resposta é muito simples e descomplicada: felizmente, preparamos um tutorial simples de como higienizar seu triturador de ervas de forma suave e deixá-lo no grau para os próximos usos:

  • Utilize, para a higienização, uma escova de dentes (que será destinada para a limpeza exclusiva do seu dixavador), cotonetes e álcool isopropílico (pode ser álcool etílico, desde que na concentração 70º);
  • Comece por remover o grosso das impurezas com a escova de dentes. É ideal caprichar entre os dentes e, caso o seu dixavador seja de metal, use o cotonete para limpar os orifícios da tela removível por onde cai a erva dichavada;
  • Feito isso, adicione uma quantidade suficiente de álcool para submergir os dentes da parte da parte que serve como reservatório durante a trituração. Encaixe a parte de cima e faça alguns movimentos rotacionais, como se estivesse “dixavando o álcool”;
  • A sujeira remanescente pode ser removida com o auxílio da escovinha. Agora é só enxaguar tudo muito bem e deixar secar. Atenção: caso o seu dixavador seja de madeira, deixe-o secar ao sol durante 24h, para secar bem e evitar a proliferação de fungos.

Tenho mais perguntas sobre vaporizadores de ervas

Muitas das dúvidas de quem está iniciando no mundo da vaporização nós respondemos aqui nessa lista de perguntas frequentes. Caso tenha mais alguma pergunta entre em contato conosco.

Onde entro em contato?

Caso precise de ajuda para comprar um vaporizador clique aqui para falar conosco ou aqui para ir ao nosso grupo de Telegram.

Alem disso pode nos contactar pelo site ou entrar na nossa página no Facebook ou Instagram e mandar uma mensagem.